top of page

Reduza até 20% da fatura de energia do seu condomínio com geração distribuída



Você sabia que é possível reduzir em até 20% o valor da energia do seu condomínio sem a necessidade de investimento inicial ou de mexer na estrutura do prédio? Isso é possível através da geração distribuída de energia renovável.


A energia compartilhada (geração distribuída), modalidade regulamentada desde 2015, permite que consumidores compartilhem energia, sendo atualmente liberada para micro e minigeração de energia. Isso significa que pessoas e instituições que estejam dentro da mesma área de cobertura de uma distribuidora de energia podem reduzir os custos de utilização de fontes sustentáveis, como os painéis fotovoltaicos.


Quando a produção de energia se enquadra na escala micro ou mini, o potencial gerado é utilizado para pagar as contas de uma ou mais residências. O excedente é vendido para a rede distribuidora, beneficiando todos os envolvidos com a redução de custos.


Estudos recentes mostram que é possível economizar até 20% ao mês com o uso da energia compartilhada, variando de acordo com fatores externos como a bandeira tarifária e as condições climáticas da região.


Para quem busca maneiras de reduzir os gastos com energia, utilizar a energia compartilhada é a melhor opção.

O que é energia compartilhada?

A energia compartilhada é um conceito criado pela Aneel que permite o compartilhamento de energia de micro ou minigeração. Pessoas físicas e jurídicas podem compartilhar a energia gerada por uma fonte única.


Por exemplo, imagine dois moradores de um condomínio de casas que estão enfrentando contas de energia altas. Por estarem em uma região com alta incidência solar, eles podem investir na compra de painéis fotovoltaicos e reduzir significativamente suas contas de energia.


Resumindo, a energia compartilhada é a união de CPFs e/ou CNPJs para a produção de energia fotovoltaica em micro ou miniescala, com a posterior divisão da energia gerada. O excedente é vendido pela rede distribuidora.


Em parceria com usinas que geram energia a partir de fontes limpas e sustentáveis, pessoas físicas podem fazer parte de cooperativas e ter uma redução significativa em suas contas de luz, chegando até 20%.


O valor descontado varia de mês a mês, levando em consideração elementos como bandeira tarifária, condições climáticas e o total de cooperados.


A nossa solução não exige fidelização ou mudanças de infraestrutura. As usinas escolhidas injetam a energia necessária na rede distribuidora, que entrega para os consumidores finais.


A energia compartilhada é uma alternativa interessante para quem deseja economizar na conta de luz de forma lícita, sem grandes investimentos a longo prazo. Além disso, contribui de forma positiva para o meio ambiente.

Para saber mais entre em contato com nossos especialístas e faça agora a adesão do seu condomínio.



55 visualizações0 comentário

Comments


Investidores

bottom of page